quinta-feira, 21 de março de 2013

O que é a Nova Poupança?


A velha, boa e segura poupança mudou, com os sucessivos cortes da taxa de juros básica da economia - SELIC - o investimento mais conhecido do brasileiro ficou altamente atrativo, com medo que os poupadores fugissem dos fundos de investimentos, que compram uma boa parte dos títulos de divida do governo que por sua vez ajudam o governo a angariar recursos o Governo Federal definiu novas regras que alteram a forma de rentabilização de depósitos realizados em contas de poupança.
Mas o que muda na poupança? Todos os depósitos realizados a partir de 4 de maio de 2012 passam a ter uma nova regra referente a sua rentabilização, essas novas entradas terão seus rendimentos calculados a partir da taxa SELIC, todas as demais regras da poupança estão mantidas.
Isso significa que as novas contas de poupança e os novos depósitos realizados nas poupanças já existentes terão seu rendimento calculado da seguinte maneira:

  • Se a taxa for igual ou menor que 8,50 % a.a., a rentabilização será de 70% da taxa SELIC, mais a variação da TR;
  • Se a taxa for maior que 8,50 % a.a., a rentabilização será de 0,5% a.m., mais a variação da TR. (Modelo antigo)
Os depósitos realizados até 3 de maio de 2012 não entram nessa nova regra, para eles o que vale é a regra antiga rendimento de 0,5% ao mês (6,17% ao ano) mais variação da TR. Vale lembrar que assim como a "poupança antiga" não existe a incidência de imposto de renda sobre os rendimentos da "nova poupança".

Quando o poupador for realizar saques os valores que primeiro serão debitados são os saldos/rendimentos dos depósitos a partir de 4 de maio de 2012 dando prioridade para a retirada dos saldos que estejam mais distante de completar o próximo aniversário, uma vez que esses depósitos acabarem serão debitados os saldos/rendimentos dos depósitos anteriores a 4 de maio de 2012.
O poupador poderá mudar a ordem em que ocorrerão os débitos dos saques, para isso deverá comparecer a uma agência de seu banco para formalizar essa solicitação, dessa maneira o saque ocorrerá como era no modelo antigo, serão debitados os saldos que estiverem mais longe do próximo aniversário, independente de terem sido feitos antes ou depois do dia 04 de maio de 2012. Para ajudar o poupador o extrato da poupança irá mostrar, separadamente, os depósitos e os saldos realizados antes e depois da nova regra.
Quer saber mais sobre a Poupança? Acesse aqui o post sobre esse investimento tão brasileiro.

terça-feira, 19 de março de 2013

Exclusão de Bancos do Sistema de Compensação Parte II

A partir de 22/02/2013 conforme circular Compe 2013/002 emitida pelo Banco Central do Brasil, o banco JPMorgan Chase Bank número 488 deixa de participar do sistema de compensação assim, não será possível pagar nenhum boleto ou compensação cheques contra esse banco por exemplo, no entanto o banco continua existindo e representado pelo número 488.

Também a partir de 28/02/2013 conforme circular Compe 2012/004 o número código 409 do Unibanco - União de Brasileira de Bancos S/A será excluído do sistema de compensação, assim qualquer boleto, cheque ou transferência contra esse banco não será efetivada.

sábado, 21 de julho de 2012

Análise SWOT e Balanced Scorecard (BSC)

Para quem tem curiosidade segue o link meu TCC sobre o uso do Banlanced Scorecard e Análise SWOT.

terça-feira, 17 de maio de 2011

Notas Rosas

Com os números de roubo a banco vem diminuindo a cada nova estatística revelada pela polícia, a "moda" agora é o arrombo dos caixas eletrônicos, os meliantes estão preferindo explodir uma ATM a entrar em uma agência bancária.

Um dos primeiros assuntos abordados aqui no Serviços Bancários foi como identificar uma nota falsa, e mais recentemente falamos como identificar as novas notas de Real, hoje vamos falar das cédulas que são roubadas dos caixas automáticos.

Foi divulgado recentemente na imprensa um novo mecanismo para inibir o roubo aos caixas automáticos: sensores são instalados no interior da máquina e ao receberem um grande impacto queimam ou pintam (geralmente de rosa ou vermelho) algumas partes das cédulas.

  • O que fazer se eu receber uma nota manchada de rosa ou parcialmente queimada?

Ao receber uma nota que apresente esse sinais o melhor seria não recebe-la, mas como assim não recebe-la? Vamos pensar: se a nota esta tingida ou queimada a probabilidade dela ter origem através de prática criminosa é grande, portanto ao aceitá-la você está fazendo parte dessa cadeia criminosa indiretamente.

  • Mas eu já recebi a nota, o que fazer?

Bom se você já recebeu a nota leve-a a uma agência bancária, apenas os bancos podem realizar a troca dessas notas com o Banco Central e/ou Casa da Moeda. Tudo isso seria muito fácil se ocorresse no mesmo dia em que você levasse a nota, mas o procedimento adotado pelos bancos para realizar a troca é o mesmo utilizado para as notas que se suspeita sejam falsas, resumindo, ao levar essa nota a agência você deverá esperar um prazo médio de 3 (três) meses para ter o seu dinheiro de volta. Você apenas terá o dinheiro de volta se a pericia do Bacen dizer que a mancha da cédula não é proveniente de um dispositivo de segurança. 

  • Por que eu, que apenas recebi a nota, tenho que esperar todo esse tempo para receber o dinheiro de volta? Por que o banco não troca a nota na hora?

Se o banco trocasse as notas rapidamente do que adiantaria a instalação desses sistemas de segurança? Seria muito fácil para os marginais explodir e depois ir a várias agências trocar as cédulas. Esse prazo longo é justamente para, juntamente com o novo sistema, coibir essa modalidade de roubo. Agora se esse procedimento é o mais justo...

Segue abaixo nota emitida pelo Banco Central sobre o assunto:   

"O Conselho Monetário Nacional (CMN) e o Banco Central do Brasil (BC) aprovaram regulamentação sobre o destino de cédulas danificadas por dispositivos antifurto. Essas notas deixam de ter validade, não podendo mais ser utilizadas como meio de pagamento. 

O portador de nota suspeita de ter sido danificada por dispositivo antifurto deve encaminhá-la a uma agência bancária, que se encarregará de remetê-la ao Banco Central, onde será mantida sob custódia para análise. Após a comprovação, de que o dano foi provocado por dispositivo antifurto, a instituição financeira deverá comunicar ao portador que a cédula foi fruto de ação criminosa e se encontra à disposição das autoridades competentes para investigação criminal. O portador da nota não terá direito ao ressarcimento do valor correspondente à cédula danificada. 

Após análise, caso seja comprovado que o dano não é proveniente de dispositivo antifurto, o banco comunicará ao portador e providenciará a troca da nota. 

O BC recomenda a população que não receba notas suspeitas de terem sido danificadas por dispositivo antifurto.O objetivo das medidas anunciadas é contribuir para a redução dos casos de furtos e roubos a caixas eletrônicos,ao dificultar a circulação de notas roubadas ou furtadas."


Vale a pena lembrar: quando sua nota for recolhida pela agência exija uma cópia do termo de retenção de cédula para análise do banco central, esse termo é a sua garantia, é ele que irá lhe garantir o dinheiro de volta.

Vale a pena lembrar 2: se você sacar no caixa automático as agências devem trocar a nota, e não é necessário extrato ou boletim de ocorrência para isso, conforme circular do BC nº3540:

"Art. 3º-A Na hipótese de saque, inclusive em terminais de autoatendimento, em que tenha sido recebida cédula suspeita de ter sido danificada por acionamento de dispositivo antifurto, a instituição financeira deverá proceder, às suas expensas, à substituição da cédula suspeita por outra cédula em boas condições de uso, imediatamente após sua apresentação pelo cliente."


*Atualizado em 12/06/2011

sábado, 7 de maio de 2011

Como Identificar as Novas Notas do Real

O Banco Central lançou no fim do ano passado (2010) os modelos de 100 e 50 das novas notas de Real, nesse momento muitas pessoas possuem dúvidas quanto aos elementos de segurança e como identifica-los, nesse post pretendo deixar mais simples essa identificação.

A grande diferença que se apresenta logo a primeira vista é o tamanho das notas, elas são maiores que a da atual família de notas do Real, o tamanho também diferencia as notas pelo seu valor, a nota de cem é a que tem o maior comprimento e a de dois será a que terá o menor comprimento, a altura das novas notas é idêntica.

*Marca D'água
As novas notas possuem também marca d'água a novidade é que agora a figura que aparece será a que representa a nota junto com o valor da nota, assim, nas notas de 100 veremos a marca com a Garoupa e o número 100 e nas notas de 50 veremos a Onça Pintada e o número 50.

*Quebra-Cabeça
Essa é uma das novidades, ele fica localizado no lado superior esquerdo da frente da nota e no lado superior direito do verso da nota, ao colocarmos a nota contra a luz veremos que as partes se "juntam" e formam o valor da nota.

*Número Escondido
Na parte da frente da nota do lado direito logo abaixo do numeral contendo o valor temos um retângulo, se colocarmos a nota horizontalmente na altura dos olhos iremos enxergar ali uma marca com o número correspondente ao valor da nota.

*Faixa Holográfica
A faixa holográfica não é novidade, mas agora ela estará em todas as notas, ao movimentar-mos a nota perceberemos que dentro da faixa irão aparecer impressões com o valor da nota e a palavra "reais".

*Microimpressões
As microimpressões agora estão localizadas em várias partes da nota, como perto da figura da república e perto da figura do animal, e elas não são mais os "bc" e sim o valor da nota em questão.

*Alto Relevo
Várias regiões da nota possuem alto relevo, podemos localizá-lo nas laterais e frente das notas, nos numerais da nota e nas expressões "república federativa do Brasil" e "Banco do Brasil".

*Fio de Segurança
Agora ao colocarmos a nota contra a luz iremos perceber que há inscrições nele como "100 reais" nas notas de 100 e "50 reais" nas notas de 50.

*Elementos Fluorescentes
A nova nota também possui elementos fluorescentes, ao colocarmos a nota sobre a luz ultravioleta iremos ver fios na cor lilás, a numeração passa do vermelho para o amarelo e o número da nota aparece na frente.

Se após o reconhecimento desses elementos você ainda estiver na dúvida sobre a autenticidade de sua nota saiba o que fazer.

sexta-feira, 4 de março de 2011

Exclusão de Bancos do Sistema de Compensação


Novidade, desde 1 de Março de 2011 os bancos:
  • 351 BANCO SANTANDER S.A.
  • 353 BANCO SANTANDER BRASIL S.A.
  • 008 BANCO SANTANDER MERIDIONAL S.A.
não fazem parte do sistema de compensação, dessa maneira toda TED e/ou DOC efetuado contra esses bancos será DEVOLVIDA, os cheques e os boletos desses bancos não serão compensados e serão devolvidos/inconsistidos, portanto fique esperto.

Para consultar a lista de códigos de bancos na compensação clique aqui.

quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

Ranking de Reclamações - Outubro / Novembro 2010

Demorei um pouco para postar, mas em compensação vamos de dose dupla hoje, com a divulgação das reclamações dos serviços bancários das instituições com mais de um milhão de clientes em outubro e novembro de 2010, dados divulgados pelo Banco Central.

A grande diferença desse para o de setembro é o grande número de reclamações dos bancos que passaram por fusões ou aquisições - BB comprou a Nossa Caixa Nosso Banco de São Paulo, Santander comprou o Banco Real e o Itaú que juntou as operações com o Unibanco - o número de outras reclamações do Santander em outubro, por exemplo, chegou a mais de 1000!!!!!

O que esperamos é que esses bancos possam se reestruturar e começar a atender melhor seus clientes, pois nós clientes merecemos. Quer entender melhor? Então acesse o primeiro post da nossa série.

Outubro 2010
Posição Instituição Reclamações Procedentes Clientes Índices Reclamações Improcedentes Outras Reclamações
Cong. Itaú 143 20.585.875 0,69 124 892
Cong. BB 195 30.452.117 0,64 172 820
Cong. Santander 116 20.670.299 0,56 129 1571
Cong. Bradesco 115 27.978.125 0,41 108 542
Cong. HSBC 16 4.318.823 0,37 24 109
------------------------------------------------------------------------------------------------

Novembro 2010
Posição Instituição Reclamações Procedentes Clientes Índices Reclamações Improcedentes Outras Reclamações
Cong. Itaú 149 20.585.875 0,72 114 865
Cong. BB 192 30.452.117 0,63 201 733
Cong. Bradesco 105 27.978.125 0,38 101 644
Cong. Santander 77 20.670.299 0,37 95 858
Cong. HSBC 10 4.318.823 0,23 28 98

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Macys Printable Coupons