terça-feira, 14 de dezembro de 2010

O que é o Custo Efetivo Total (CET)?


Você já deve ter reparado quando tira um extrato da sua conta corrente, ou quando chega a fatura do seu cartão de crédito a sigla CET seguida de uma taxa percentual, mas afinal o que é esse CET? Para que ele serve?


O Custo Efetivo Total (CET) é a taxa percentual que engloba todos os custos pagos na contratação de empréstimos e financiamentos, dois dos serviços bancários mais utilizados pela população.

Desde 6 de dezembro de 2007 as instituições financeiras são obrigadas, pela resolução CMN 3.517a demonstrar aos seus clientes os juros reais cobrados nessas operações antes de sua contratação, o cliente pode a qualquer momento também solicitar essas informações após adquirir o serviço. O CET também deve ser anunciado caso a instituição financeira faça alguma propaganda que ofereça esses tipos de serviços.

A taxa do CET deve ser demonstrada em forma de percentagem anual, e deve ser calculada com base não apenas na taxa de juros cobrada pelo serviço, mas também deve englobar tarifas, tributos, seguros e outras despesas cobradas na contratação.


Mas afinal onde você vai utilizar essas informações de CET? Por englobar não apenas a taxa de juros, mas tudo o que está sendo cobrado pela instituição financeira, o cliente consegue comparar, desculpe o trocadilho, de maneira efetiva as taxas reais sobre um mesmo empréstimo.


Abaixo segue a simulação de cálculo do CET retirada do Banco Central do Brasil:
Por exemplo, suponha um financiamento nas seguintes condições:

·  Valor Financiado - R$ 1.000,00
·  Taxa de juros - 12% ao ano ou 0,95% ao mês
·  Prazo da operação - 5 meses
·  Prestação mensal - R$ 205,73

Além desses dados, considere também a hipótese de pagamento à vista (sem inclusão no 
valor financiado), dos seguintes valores:

·  Tarifa de confecção de cadastro para início 
de relacionamento - R$ 50,00
·  IOF - R$ 10,00

De acordo com a fórmula da Resolução CMN 3.517, de 2007, o FCo (valor do crédito 
concedido) e o FCj (valores cobrados pela instituição), seriam os seguintes:

·  FCo = R$ 940,00
·  FCj = R$ 205,73

Considerando as prestações pagas a períodos fixos, e utilizando as fórmulas de matemática financeira (por meio de uma planilha de cálculo eletrônica ou calculadora científica), o cálculo do CET ficaria assim:


205,73(1+CET)¹ + 205,73(1+CET)² + 205,73(1+CET)³ + 205,73(1+CET)4205,73(1+CET)5


CET = 43,93% ao ano ou 3,08% ao mês.


Fonte: Banco Central do Brasil www.bcb.gov.br

0 comentários:

Postar um comentário

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Macys Printable Coupons